Síndrome de Abstinência Alcoólica

O que se chama de Síndrome de Abstinência Alcoólica compreende uma série de sintomas diretamente ligados à interrupção repentina da ingestão prolongada e/ou grandes quantidades de bebidas alcoólicas. Dentre os sintomas mais comuns estão pesadelos, episódios de insônia, tremores, aumento da ansiedade etc.

O álcool quando entra no organismo age como depressor do Sistema Nervoso Central, reação facilmente identificada pela sensação de relaxamento. Em resposta a essa mudança no corpo, o cérebro passa a liberar substâncias com potencial estimulante para compensar e equilibrar o organismo.

Na Síndrome de Abstinência Alcoólica, ao encerrar a ingestão de álcool, o cérebro segue hiper-estimulando o organismo, porém sem o contrapeso da substância depressora. Nesse momento em que a atividade cerebral permanece acelerada, podem aparecer os sintomas e ansiedade e hiperatividade. A manifestação mais grave desta síndrome é o quadro conhecido por delirium tremens, onde nas primeiras horas de abstinência aparecem tremores que duram até 48 horas, podendo incluir taquicardia. No período que vai de 12 à 24 horas após o consumo alcoólico, podem aparecer alucinações que duram até dois dias.

Ao notar alguns desses sintomas é bom ficar atento. Quando esses episódios deixam de ser suportáveis, provocando desde vômitos severos até ataques epiléticos ou delirium tremens, é recomendado procurar ajuda profissional.

*Além da predisposição genética, o alcoolismo é uma doença com profundas raízes psicológicas, portanto, um acompanhamento profissional é recomendado.