Transtorno de Ansiedade de Separação

Transtorno de Ansiedade de Separação, ou TAS, é quando a separação dos pais, ou de outras figuras de referência, causa dificuldades na rotina da criança. O problema atinge em média cerca de 4% das crianças e adolescentes com menos de 18 anos.

Critérios para suspeitar do Transtorno de Ansiedade de Separação:

Segundo o DSM IV a ansiedade inapropriada e excessiva relacionada à separação do lar ou de figuras de vinculação, só pode ser diagnosticada quando são evidentes três ou mais dos seguintes aspectos por mais de 4 semanas:

-A criança sofre tanto com o o afastamento de figuras de vinculação quanto com a simples hipótese de tal afastamento;
-Preocupação com morte, acidente relativos a si mesmo ou aos pais e ainda desejo de morrer e sentimento de rejeição;
-Medo de sequestro ou de de exposição a qualquer situação que possa levar ao distanciamento da figura de vinculação;
-Recusa em ir à escola ou a qualquer outro lugar longe dos pais;
-Temor excessivo de ficar sozinho em casa ou afastado de adultos representativos na rua ou domicílio estranho;
-Dificuldade de dormir em quarto separado de adultos e até mesmo relutância em pernoitar longe de casa;
-Relato repetidos de pesadelos que envolvam a separação;
-Aparecimento de doenças com sintomas somáticos como cefaleias, dores abdominais e náusea mediante a separação ou a possibilidade dela.

Veja também sobre Depressão na Adolescência.