Consequências físicas e psicológicas da bulimia

A bulimia é uma manifestação da ansiedade caracterizada pela ingestão de grandes quantidades de alimentos, na maioria das vezes extremamente calóricos, seguida de atitudes compensatórias, sendo vômito a mais comum. As consequências da bulimia são variadas e graves e podem causar lesões irreversíveis ou de difícil tratamento, como:

Consequências físicas:

Arranhões na parte de cima das mãos ou nos nós dos dedos durante a indução do vômito

  • Desidratação;
  • Fraqueza;
  • Desmaios;
  • Ressecamento da pele;
  • Constipação;
  • Fadiga;
  • Cãibras;
  • Irregularidade ou interrupção menstrual;
  • Enfraquecimento dos ossos;
  • Dentes e gengivas frágeis em função do ácido presente no vômito, podendo haver formação de cáries;
  • Vasos sanguíneos dilatados na pele do rosto;
  • Derrames oculares;
  • Arritmia cardíaca em função de distúrbios eletrolíticos e alterações no metabolismo;
  • Problemas de estômago e esôfago causados pelo refluxo induzido, sendo possível vomitar sangue;
  • Mal funcionamento renal;
  • Glândulas inchadas;
  • Dor e inflamação da garganta e das glândulas salivares;
  • Dores no peito;
  • Queda de pressão;
  • Perda da consciência;
  • Redução da temperatura corporal;
  • Problemas devidos ao abuso de laxantes.

O uso excessivo de medicamentos anorexígenos para redução do apetite provoca agitação, diarreia, dor no peito, dificuldade respiratória e dependência, além de efeitos extremos ligados à falta de alimentação como fraqueza e baixa da pressão arterial. Pode levar à morte.

Consequências psicológicas da bulimia:

  • Depressão;
  • Dificuldade de concentração;
  • Instabilidade emocional;
  • Problemas da memória;
  • Dificuldade de compreensão;
  • Dificuldade em tomar decisões;
  • Isolamento;
  • Desconfiança interpessoal;
  • Diminuição do interesse sexual;
  • Medo de ser descoberto;
  • Constrangimento;
  • Transtorno de personalidade;
  • Baixa autoestima;
  • Transtorno obsessivo-compulsivo;
  • Ansiedade social;
  • Pânico ou ataques de pânico.