Ansiedade em Crianças e Adolescentes

Os transtornos ansiosos são os mais comuns entre as crianças e os adolescentes e estipula-se que até 10% possam sofrer de algum transtorno relacionado à ansiedade. Destes, é possível que metade passe por alguma crise depressiva relacionada ao distúrbio.

Diferentemente do que acontece com pessoas adultas, as crianças em desenvolvimento não têm o discernimento apurado para reconhecer que muitos de seus medos e reações surgem de forma irracional e que são exagerados em relação ao estímulo.

Assim como grande parte das doenças psiquiátricas, os transtornos de ansiedade estão associados ao neurodesenvolvimento, bem como, possuem contribuição significativa de componentes genéticos. O medo e a ansiedade tornam-se patológicos quando são desproporcionais em relação ao estímulo, tidos sempre como uma ameaça.

O tratamento pode ser realizado por meio de psicoterapia e/ou tratamento medicamentoso prescrito por um profissional médico psiquiatra. Veja também tratamento com psicólogo para ansiedade.