A psicopatia é um padrão de alta ocorrência de comportamentos violentos e manipulatórios

Psicopatia e comportamento antissocial

A psicopatia pode ser definida brevemente como sendo causada por uma interação de motivos genéticos e biológicos. Porém, essa característica, muitas vezes, apenas colabora para o quadro, de modo que é o meio social do paciente é o fator que mais influencia sobre o seu comportamento, o que chamamos de sociopatia.

Essa psicopatologia expressa um padrão comportamental bem como traços de personalidade antissociais, apresentando significativa diminuição da capacidade de sentir empatia ou remorso e reduzido controle de impulsos. Também é notável neste paciente a presença de uma postura de dominância desmedia em relação aos demais. Em linhas gerais, a psicopatia é descrita como um padrão que reflete alta ocorrência de comportamentos violentos e manipulatórios.

O tratamento de pacientes portadores de psicopatia tem efeitos muito sutis, mesmo assim, busca-se uma redução dos sintomas por meio de antidepressivos, reguladores de humor como o lítio, entre outros. A psicoterapia tem mostrado promover um controle e redução nos níveis de incidência, porém, conclui-se que os pacientes não deixam de sentir os sintomas, mas aprendem a lidar melhor com eles.